T.F.A.

A maioria dos Maçons aceita passivamente toda e qualquer explicação sobre os símbolos, alegorias e costumes da Sublime Ordem. Esquecem que basicamente a Maçonaria é uma FONTE INSPIRADORA DE NOBRES VALORES.

Para a perpetuação das instruções inspiradoras criou-se uma codificação explícita desses valores, mas que só são captadas em sua plenitude à medida de nossa maturidade moral, intelectual e de comprometimento para com a metodologia maçônica. Se lhe parece complicado, vamos a um exemplo bem pueril: na Escada de Jacó há três símbolos: uma Cruz, uma Âncora e uma Mão com um Cálice. Aposto que de pronto todos os Irmãos lembraram que estes símbolos representam a Fé, a Esperança e a Caridade, afinal para os Ritos que trabalham com esta alegoria a explicação é bem clara e não precisamos usar a faculdade do raciocínio, usamos apenas a faculdade da memorização.

Mas se eu quiser saber se o cálice está indo de encontro à mão ou está indo no sentido contrario? O que você me responderia? EXISTE UMA INSTRUÇÃO MUITO BONITA QUANTO A ISTO, porém só é vivenciada quando assumimos que somos Maçons Especulativos.

Especular na época atual tem uma conotação um pouco pejorativa, pois lembramos das operações financeiras que visam apenas lucros ou conjecturas sem base científica ou reais que lembram bisbilhotices.

Mas a característica especulativa do Maçom se dá pela examinação com atenção, pela indagação, pela pesquisa, pela meditação e reflexão dos símbolos de nosso cotidiano. Vou propor um exercício que a princípio parece uma discussão sobre o “Sexo dos Anjos” porém espero que seja um motivador de inquietudes e desperte o senso crítico dos Irmãos.

Vamos lá: Procure em um dicionário o significado de Tríplice:

http://www.dicionariodoaurelio.com/dicionario.php?P=Triplice

e Triplo:

http://www.dicionariodoaurelio.com/dicionario.php?P=Triplo

Segundo o dicionário é a mesma coisa, então está correto dizermos Tríplice e Fraternal Abraço ou Triplo e Fraternal Abraço e quanto ao “F” que segundo os dicionários pode ser Fraternal ou Fraterno, pois ambas as palavras designam adjetivo do que é próprio ou diz respeito a irmãos ou irmãs.

OPA! Nosso “TFA” tem quatro traduções?

Tríplice e Fraternal Abraço / Triplo e Fraternal Abraço / Tríplice e Fraterno Abraço / Triplo e Fraterno Abraço e olha que eu não vou piorar as coisas conjecturando sobre a mudança da ordem das palavras (TFA ou TAF).

Feito o imbróglio, permitam-me mostrar o que ESPECULEI, lembrando que é apenas a interpretação de um Irmão. Não creio no “Triplo” por ser um valor exponencial, em uma relação de dependência, onde uma incógnita depende do valor de outra e não há harmonia; “X” é o triplo de “Y” o que nos passa a mensagem de uma superioridade, mas também de uma inferioridade. Já o “Tríplice”é o resultado da somatória de três elementos que não são qualificados ou quantificados. (Mas que bem poderiam representar as três Colunas da Loja).

Quanto ao “F” não abro mão de ser FRATERNAL, posso dar um abraço fraterno (http://www.dicionariodoaurelio.com/dicionario.php?P=Fraterno) no meu cachorro porque por ele tenho afeição, já para os que foram iniciados o sentimento é o fraternal (http://www.dicionariodoaurelio.com/dicionario.php?P=Fraternal) porque ocorre entre pessoas unidas como Irmãos.

Respondendo ao querido Irmão Laurindo Roberto Gutierrez da Loja Maçônica Regeneração III do Oriente de Londrina/Paraná, o TFA não “é da Maçonaria em geral”, nós do REAA comumente o usamos, mas a real/mítica explicação de sua origem somente é apresentada em um determinado grau superior do Rito de York. Em outras línguas e conforme o rito praticado temos despedidas muito poderosas, cito duas:

Fiel e Sinceramente.

Com Fervor e Zelo.

Obs.: Não aceite passivamente o que escrevi acima, procure saber um pouco mais sobre o assunto, faça uma Prancha de Arquitetura e quando ela estiver pronta, leve para sua Loja enriquecendo nosso Quarto de Hora de Estudos.

Lembrem-se que todos nós, independente do Grau ou do Cargo, somos responsáveis pela qualidade das Sessões Maçônicas.

Autor: Sérgio Quirino Guimarães
ARLS Presidente Roosevelt, 25 – GLMMG
Anúncios

Sobre Luiz Marcelo Viegas

Mestre Maçom da ARLS Pioneiros de Ibirité, Nº 273, jurisdicionada à GLMMG, oriente de Ibirité/MG. Membro da Escola Maçônica Mestre Antônio Augusto Alves D'Almeida - GLMMG Contato: opontodentrodocirculo@gmail.com
Esse post foi publicado em Simbolismo e Símbolos e marcado , . Guardar link permanente.

4 respostas para T.F.A.

  1. Arineudo Maquiné da costa disse:

    Muito educativo e esclarecedor, gostei muito, um abraço.

    Curtir

  2. muito esclarecedor gostei muito.obrigado

    Curtir

  3. CARLOS EDUARDO DE LIMA disse:

    OBRIGADO !!

    Curtir

  4. Daniel Dyason disse:

    I do accept as true with all of the concepts you have offered to your post.
    They’re very convincing and can definitely work.
    Nonetheless, the posts are very brief for beginners. May you
    please prolong them a bit from next time?
    Thanks for the post.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s