The Builder Magazine – Um Prefácio (continuação)

download

Sinceramente era muito otimismo, como convinha a um pioneiro e sua visão foi cumprida pelos acontecimentos alguns anos depois. Da mesma forma, nós que vivemos nesses tempos em que há mais facilidade para desenvolvermos nosso trabalho não podemos ser menos otimistas e corajosos, para que não sejamos vistos como indignos de continuar nossa história. Os homens que escreveram para a “Review” não estão mais entre nós, mas seu trabalho permanece. Basta abrir as suas páginas amarelas para ler os artigos de Pike sobre os Mistérios, e os ensaios de Mackey sobre Simbolismo – que mais tarde formaram os capítulos de seu livro na exposição do “Simbolismo da Maçonaria” – escrito em estilo que pode muito bem ser um modelo de clareza. Aqueles homens não falharam; eles eram semeadores que fizeram o seu trabalho e nos proporcionaram uma colheita que já dura anos. Lembrando sua convicção, seu sacrifício, sua alta devoção, vamos construir sobre suas fundações, ligando o passado com um futuro maior.

Nós herdamos o passado; nós criamos o futuro. Desde os dias da “Review” muito foi feito, especialmente pelas grandes lojas Pesquisa de Inglaterra, e acima de tudo pela Loja Quatuor Coronati de Londres, que por seus trabalhos realizados temos uma dívida incalculável. Com uma pesquisa criteriosa, esses grandes homens realizaram o trabalho necessário, verificando a autenticidade de documentos, buscando evidências, desenterrando tesouros, e aplicando na Maçonaria os métodos adequados de estudo histórico. Os processos volumosos desta longa investigação são familiares apenas ao diligente estudante que teve o tempo e o prazer de seguir com essas pesquisas – assim como no campo dos estudos bíblicos os resultados reais alcançados são publicados, em sua maior parte, em grandes volumes lidos por apenas algumas pessoas.

Aqui a National Research Society  pode prestar um serviço vital para a Ordem, não só por incentivar o prosseguimento da investigação iniciada, mas também, e não menos importante, oferecendo a todos uma interpretação dos resultados obtidos do estudo maçônico realizado. O que Renan chamou de “grande curiosidade” nunca deve ser esquecida, e esta Sociedade irá fazer tudo ao seu alcance para aumentar a área do conhecimento, trazendo fatos novos à luz onde quer que estejam. O campo é rico. O trabalho é fascinante. O que tem sido realizado apenas revela o quanto ainda resta a ser feito, ao mesmo tempo que nos mostra como fazê-lo. Ao mesmo tempo, o mais humilde membro de nossa Sublime Ordem, esteja ele trabalhando no escritório ou em uma loja, na forja ou na fazenda, tem o direito de conhecer bem o que foi pensado e os fatos descobertos pelos maiores estudiosos maçônicos. Portanto, esta Sociedade procura unir o trabalho do investigador com o do intérprete, e para isso, propõe:

  • A publicação de uma revista dedicada ao estudo e interpretação da história, filosofia, simbolismo e propósitos dos diversos ritos, ordens e graus da Maçonaria.
  • A publicação, de tempos em tempos, de livros, panfletos e palestras sobre temas maçônicos, bem como a guarda, preservação e indexação de todo o material de valor para estudantes maçônicos.
  • O arranjo e publicação de cursos maçônicos para as lojas, ou grupos de alunos; a promoção e supervisão, quando se desejar, de reuniões de estudo e discussão de temas maçônicos; e, finalmente, a fundação e manutenção de um serviço de palestras maçônicas.
  • A compilação de listas de nomes de estudantes maçônicos interessadas em diferentes linhas de estudo ou atividade maçônica, para o estímulo e orientação das relações maçônicas – e, pode-se acrescentar, a título contribuição a revistas maçônicas quando estas desejarem artigos especiais.
  • A pesquisa e divulgação de informações sobre as atividades maçônicas distintas, tais como planos e especificações para diferentes tipos de edifícios maçônicos; sistemas de financiamento de projetos maçônicos; os resultados práticos da caridade maçônica em suas diversas formas, entre outros.
  • A fundação e gestão dos fundos para o auxílio financeiro de estudantes maçônicos em campos especiais da investigação maçônica; sob a forma de uma bolsa de estudos, pode ser, em que um jovem – digamos, da Loja Acácia da Fraternidade – treinado para tais estudos em uma universidade, possa se dedicar à pesquisa sobre algum período ou problema na história maçônica, e, assim, prestar um serviço permanente para a Ordem. Através da criação dessa bolsa de estudos na National Research Society, um homem de posses, que há muito tempo tenha em mente fazer algo para Maçonaria, pode deixar um legado em vida que vai continuar fazendo o bem mesmo após sua passagem para o Oriente Eterno.

Tendo mostrado de que forma a Research Society procura servir a Maçonaria, não podemos deixar de apontar como a Ordem pode fazer para a Society ser eficaz no objetivo para o qual foi fundada. Antes de tudo, todo maçom que se torna membro da Society, acrescenta a ela portanto seu conhecimento e capacidade. Chegou o momento em que cada Grande Loja deve ter o seu Comité de Pesquisas Maçônicas – ou de Ensino Maçônico, se assim preferirem nomeá-lo -e as comissões, cooperando com a Sociedade de Pesquisas, podem ter acesso a todos os recursos de que ela dispõe. Além disso, os vários grupos de estudantes maçônicos, dos quais há muitos em diferentes partes do país, deveriam por todos os meios trabalhar com a Sociedade de Pesquisas, fazendo uso de sua revista não só para instrução e inspiração mútua, mas também para compartilhar o resultados de suas pesquisas com os membros de todas as lojas.

Tal é o espírito e ideal desta Sociedade de Pesquisas, e se realizar tudo isso de uma vez é difícil, ela é o melhor meio para alcançarmos nosso objetivo, trabalhando com toda a dedicação para torná-lo uma realidade. Evidentemente, temos aqui um programa prático que, se der certo, vai significar uma nova era na história da Maçonaria, abrindo grandes caminhos de oportunidade e iniciativas ilimitadas. Ela difere de outros empreendimentos, principalmente porque em que em vez de ficar confinada a uns poucos, visa mobilizar toda a Fraternidade, unindo esforços dispersos em prol da educação maçônica em um movimento magnífico para o avanço da Ordem que não tem outra finalidade que não a edificação do presente e do futuro da humanidade.

Finalmente, resta apenas mostrar-lhes como deve ser o espírito e a política do The Builder. Como o próprio nome indica, esta revista dedicada ao estudante maçônico – como a Sociedade que ela representa – é por sua própria genialidade construtiva, e em nenhum sentido iconoclasta, sendo o seu único objetivo de construir, nunca destruir. Qualquer pessoa pode destruir. Mesmo uma vaca pode atropelar um lírio que a terra quente, o sol, adubação, e a magia suave de ar de verão se uniram para fazê-lo crescer. Segundo o editor do The Builder,  a única maneira de derrubar erro e vencer irracionalidade é expondo a verdade. Contá-la simplesmente, vividamente, sem medo e sem descanso, na graça de Deus e no amor do homem. Outro caminho para a vitória não há, e nunca haverá.

Maçonaria é amizade, e se sua influência benigna triunfar sobre a terra, ela deve ter cordialidade para com todos os homens, não procurando destruir seus inimigos, mas conquistá-los através da luz  e da dignidade da verdade. Nada se obtém através da condenação ou da destruição. Tudo é arruinado pelo ódio. O amor é o grande construtor, e o trabalho será em vão se você construir baseado em qualquer outro princípio. Nossa tarefa é deixar entrar a luz, permitir toda a luz, deixar a luz em todo o caminho, com a certeza de que quando a luz da Verdade brilhar as trevas da ignorância desaparecerão –  e com elas, todas as coisas vis e viscosas que se escondem em sombras. Não existe nada como o poder da Verdade, e uma vez que o templo da Maçonaria é feito para ficar no sol, onde todos os homens podem ver sua beleza, ela vai inspirar todos aqueles que trabalham por ela.

Portanto, The Builder será positiva, mas não dogmática; mente aberta, mas nunca indiferente; atenciosa com todos, mas absolutamente inflexível em relação aos princípios da Maçonaria – procurando apenas verdade, toda a verdade e nada mais que a verdade. Crítica ela deve ser, uma vez que a crítica, como Arnold definiu, é a apreciação, avaliação, “a cooperação na busca da verdade.” Aqueles que escrevem para essas páginas podem esperar ter suas teorias posta à prova da razão e os fatos apresentados debatidos em um fórum aberto, o que é, depois da verdade, o maior dos desejos. A discussão será franca, livre e completa; tudo o que o editor pede é que seja fraterna no espírito, cada um mantendo uma mente aberta e um coração bondoso para com todos os seus companheiros na grande missão.

Quanto ao resto, o editor pede perdão por ter tomado tanto tempo e espaço, mas pareceu apropriado expor em detalhes os projetos da Sociedade, a fé em que se baseia e o espírito em que ela funciona. A partir de agora, sua obrigação será muito parecida com o de um mediador, com o único desejo de encorajar um espírito de comunhão fraterna e hospitalidade intelectual, de genial, e alegre boa vontade que, desde o distante dia do velho Poema Regius, tem sido o gênio reinante onde quer que os maçons se encontrem.

Autor: Joseph Fort Newton
Tradução: Luiz Marcelo Viegas

Fonte:
The Builder Magazine
Volume I, Número I, janeiro -1915

Nota do Blog

Sempre às terças-feiras o blog disponibiliza um artigo publicado pela renomada The Builder Magazine entre os anos de 1915 e 1930. Com isso reforçamos nosso compromisso de sempre oferecer a nossos leitores as melhores fontes de estudo e pesquisa no que se refere a assuntos maçônicos.

Anúncios

Sobre Luiz Marcelo Viegas

Mestre Maçom da ARLS Pioneiros de Ibirité, Nº 273, jurisdicionada à GLMMG, oriente de Ibirité/MG. Membro da Escola Maçônica Mestre Antônio Augusto Alves D'Almeida - GLMMG Contato: opontodentrodocirculo@gmail.com
Esse post foi publicado em The Builder Magazine e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s