Equinócio de Outono

Para compreendermos melhor a importância do evento para a Maçonaria, o blog postou dois textos sobre o tema: 

Equinócio de Outono

Por: Ubaldo Santos

A palavra equinócio vem do latim, aequus (igual) e nox (noite), e significa “noites iguais”, ocasiões em que o dia e a noite duram o mesmo tempo, ou seja, durante os equinócios o dia e a noite tem igualmente 12 horas de duração.

Equinócio é um fenômeno astrológico definido como o instante em que o Sol em sua órbita aparente (como vista da terra), cruza o plano do equador celeste (a linha do equador terrestre projetada na esfera celeste) em sua marcha do sul para o norte e do norte para o sul. Mais precisamente é o ponto em que a eclíptica cruza o equador celeste. Caracteriza-se pela distribuição igual da luz solar nos dois hemisférios, pois é quando os raios solares incidem perpendicularmente sobre eles e diretamente sobre o equador. Isto ocorre duas vezes por ano. Numa dessas vezes, a órbita aparente do sol corta a linha do equador do sul para o norte. Os equinócios ocorrem nos meses de março e setembro quando definem mudanças de estação. Em março, o equinócio marca o inicio da primavera no hemisfério norte como na Europa, Estados Unidos e do outono no hemisfério sul como no Brasil, Argentina, Austrália, Nova Zelândia.

Mas por que celebramos os equinócios e os solstícios e quais suas relações com a maçonaria?

O homem primitivo distinguia a diferença entre duas épocas: uma de frio e outra de calor que eram atribuídas a ação do sol. Graças a isso surgiram os cultos solares, sendo o Sol proclamado fonte da vida, com influencia marcante sobre todas as religiões e crenças da época, pois o Sol na sua trajetória aparente determina a mudança das estações climáticas, nos equinócios e nos solstícios, quando a natureza passa por formidáveis transformações. Por este fato as religiões de então consideravam os dias de equinócios e solstícios como dias mágicos em virtude das transformações da natureza nestes dias.

E assim os antigos povos realizavam rituais a cada mudança de ciclo da natureza sempre com um grande significado esotérico e místico, pois acreditavam em bênçãos divinas que decorriam principalmente do Equinócio de Outono, quando depositavam as maiores esperanças na concretização dos mais puros desejos para o homem, as bênçãos do equilíbrio, da equidade e da justiça.

Nossos precursores, os membros das organizações de ofício, também realizavam essas celebrações, as quais chegaram à maçonaria operativa, e desde a instituição da maçonaria especulativa, os maçons continuaram a celebrar as festas equinociais e as solsticiais, reconhecendo o simbolismo e misticismo delas.

Diversas são as relações do equinócio de outono. Segundo a astrologia o ano realmente começa quando o sol, na sua trajetória anual, encontra-se no grau zero de Áries. É o equinócio de outono no Hemisfério Sul (Brasil), e de primavera no Hemisfério Norte, 21 de março.

No Cristianismo, todo o calendário baseia-se no equinócio. A Páscoa, por exemplo, ocorrerá no 1º domingo de lua cheia após o equinócio de outono (Brasil), nunca devendo ser antes do dia 22 de março e nunca após o dia 25 de abril.

A tradição diz que o Ano Maçônico no hemisfério sul inicia-se no equinócio de outono que hoje celebramos, mais precisamente no dia 21 de março, quando o Sol ingressando no primeiro signo do Zodíaco, Áries, inicia um novo ciclo e que a Abóboda Estelada do teto da Loja, representa o céu durante o equinócio da primavera no hemisfério norte no dia 21 de março.

Todos nós já ouvimos falar de Verdadeira Luz – VL- época em que começa a contar a era maçônica. Mas como definir a data da VL? Para tanto a maçonaria adotou o calendário do Rito Adonhiramita que se inicia no dia 21 de março, equinócio da primavera no hemisfério norte, juntando 4.000 anos aos da EV. Na elaboração das pranchas é costume constar a data da EV e ainda, se, se, desejar, a data da VL, que se obtém acrescentando 4.000 ao ano do calendário Gregoriano que desejamos. Por exemplo, hoje são 23 de março de 2013 da EV e 6013 da VL.

Muito ainda poder-se-ia dizer sobre este fenômeno astrológico que para nós maçons contem relevantes ensinamentos esotéricos. Aos irmãos que desejarem conhecer mais sobre as festas da maçonaria, existe vasta literatura escrita por respeitáveis maçonólogos. Esperamos, no entanto, que com estas poucas informações possamos perceber as inter-relações e influencia dos corpos celestes sobre a vida em geral e o comportamento dos homens em particular e, saibamos entender por que a GLEB, ou seja, a maçonaria celebra e comemora, anualmente, os equinócios e os solstícios.

E, por fim, que consigamos, todos nós, inspirados no significado e simbolismo do equinócio de outono, demonstrar por palavras e pelo exemplo, que a Maçonaria e os Maçons no mundo de hoje, estejam onde estiverem, sejam quais forem as condições ou situações, continuem sendo, como sempre foram, instrumentos de paz, de equilíbrio, de tolerância, de libertação e principalmente de transformação social.

Equinócio de Outono

Por: Sérgio Quirino Guimarães

Apenas duas vezes por ano o dia tem 12 horas de luz e a noite 12 horas de escuridão; daí o significado da palavra equinócio, do Latim, aequus (igual) e nox (noite). A medição se faz quando na alvorada a metade do disco solar está acima da linha do horizonte e no crepúsculo a metade do sol está abaixo.

Façamos um exercício de interpretação: se equinócio (aeguusnox) quer dizer noites iguais, também posso entender como “dias iguais”? Teremos o dia igual à noite ou a noite igual ao dia? Luz após Trevas ou Trevas após Luz? O Pavimento Mosaico é constituído de peças brancas intercaladas por peças pretas ou é constituído de peças pretas intercaladas por peças brancas? Ou será que é a diferença que valoriza a igualdade? Em quantos outros aspectos maçônicos podemos trabalhar com o simbolismo da igualdade diferenciada e complementativa? MUUUIIIIITTTTTTTOS !

Por isto compreender o que seja um equinócio é muito importante, mais ainda se estudarmos o simbolismo do Outono. Esta estação sucede o calor, a forte claridade e todos os sentimentos e emoções do Verão, mas antecede o frio, a penumbra e o silêncio do Inverno.

É a hora de se estabilizar, diminuir o ritmo, preparar-se para momentos difíceis; é fazer como as árvores, jogar no chão as “velhas folhas”, firmar bem as raízes, preparar seu interior para outros ciclos e deixar algo para o planeta (frutos). Há uma frase do Dalai Lama que podemos refletir sobre o ápice da vida (verão), sua decadência (inverno) e sua estabilidade (outono), vejamos: “Uma árvore em flor fica despida no outono. A beleza transforma-se em feiura, a juventude em velhice e o erro em virtude. Nada fica sempre igual e nada existe realmente.

Portanto, as aparências e o vazio existem simultaneamente”” Tanto o Equinócio quanto o Outono devem ser celebrados pelos Maçons e quem já passou dos 40 anos sabe que assim como na natureza sua vida passou e passará por “redução de chuvas” ($$$), “mudanças bruscas de tempo” (humor) e “nevoeiros” (decepções), mas apesar disso tudo jamais deixamos de frutificar. A palavra Outono vem do latim autumnus que pode ser usada no sentido de “crescer”.

Que tenhamos um dia igual à uma noite ou que usemos o conhecimento de nossas virtudes e vícios para crescer.

Anúncios

Sobre Luiz Marcelo Viegas

Mestre Maçom da ARLS Pioneiros de Ibirité, Nº 273, jurisdicionada à GLMMG, oriente de Ibirité/MG. Membro da Escola Maçônica Mestre Antônio Augusto Alves D'Almeida - GLMMG Contato: opontodentrodocirculo@gmail.com
Esse post foi publicado em Simbolismo e Símbolos e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para Equinócio de Outono

  1. Ronaldo José Luiz disse:

    Muito bom …gostei muito! TFA a Todos, Grato.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s